terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

Desejos


Por Nathan Barbosa



Desejo nunca ser pego.
Desejo nunca deixar que o medo me esconda dos meus melhores segredos.
Desejo fazer o bem.
Desejo ir além.
Desejo me encontrar, desejo te encontrar.
Desejo construir a nossa família.
Desejo conhecer uma Ilha.
Desejo que tudo isso seja passageiro, ainda que para isso eu tenha que me refugiar no estrangeiro.
Desejo lutar.
Desejo sangrar.
E, acima de tudo, eu desejo amar.

7 comentários:

  1. Que bom. Enquanto a gente deseja, quer fazer, estamos vivendo. Se não desejássemos nada, a Terra não giraria. Um grande abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, amiga!
      Infelizmente alguns deixam de desejar e morrem por dentro...
      Abraço!

      Excluir
  2. Indo além e fazendo o bem
    Os desejos vem

    Lindo poetar!
    Lindos desejos!

    :)

    ResponderExcluir
  3. Desejo é sonho.
    A luta pelo sonho é que faz mover o mundo.
    Palmas para você amigo Luís.
    Beijos!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente...!
      Essas palmas ficam para meu amicíssimo que escreveu estes lindos versos, Nathan Barbosa! Ele agradece!

      Beijo!

      Excluir


Obrigado!




Ir para o Topo